Que aquela playlist incrível, ou a nossa música preferida podem contribuir pra colocar a gente lá pra cima… isso já sabemos!! De Guns N’ Roses a Maiara e Maraisa… não importa!! Está comprovado que as músicas têm poderes incríveis para o nosso cérebro e rendimento, inclusive em nossas atividades físicas! Quer ver só?!

A revista EFDeportes, de Buenos Aires, divulgou há algum tempo artigo que trata da influência da música na atividade física. Segundo os autores, a música sempre foi reconhecida como estimulante ao longo da atividade física, que contribui para a diminuição ou aumento da energia muscular. O que isso quer dizer? Que ela serve não apenas como distração, mas também para estabelecer ritmo para suas atividades!! Demais, não?

Sabe-se assim que as músicas dão cadência, amplitude, leveza, além de provocarem vibrações corporais, melhorando, entre outros aspectos, a capacidade de trabalho dos músculos e, em conseqüência disso, podem alterar a percepção de dor.  É como se os bons aspectos da atividade física, como a liberação de endorfinas, fossem ainda mais fortes na presença de música (algo que acontece pela capacidade incrível de percepção de nosso sistema nervoso central!).

Com tudo isso, a música pode motivar para a continuidade e ritmo dos exercícios, ou simplesmente distrair o praticante, afastando qualquer sensação de tédio, ansiedade ou desânimo. Se ela for agradável a quem ouve, pode se tornar então mais um aliado para os nossos treinos!!

Bom… já deu pra perceber que por aqui todo mundo curte um bom som não é mesmo?! E se você aí do outro lado também é adepto, pegue seus fones de ouvido e bora selecionar uma boa playlist!!

Aí embaixo algumas sugestões da nossa equipe pra rechear o seu treino!!

1 – Lose Yourself – Eminem;

2 – Never Let Me Go  – Alok; Zeeba;

3 – False Pretense – The Red Jumpsuit Apparatus;

4 – Shed a ligth – Robin Shultz;

5 – Don’t You Know – Kungs;

Precisa de ajuda para treinar?