Sempre que traçamos um plano de exercícios e melhorias em nossa alimentação, prometemos a nós mesmos que nada vai nos atrapalhar, não é mesmo?! Mas nesse meio tempo nossa vida continua a lidar com certas adversidades, probleminhas, compromissos e nos sentimos estressados, desanimados e sobrecarregados… e aí fica difícil encontrar motivação para não faltar a academia ou comer aquela guloseima rápida, saborosa, mas um desastre para a saúde e boa forma e cumprir o prometido pode se tornar uma tarefa bastante difícil.

Difícil sim, impossível jamais!

Coordenando e conhecendo certas técnicas, podemos parar, pensar e reverter esse desanimo… e é sobre isso que vamos começar a falar hoje! Aqui na Biotreino estamos sempre interessados que você alcance os resultados que almeja, portanto, hoje não será diferente e vamos tratar de técnicas que podem reverter esse quadro.

Minha Motivação – Fase 1

Uma das primeiras razões para a motivação fugir é enxergar que nosso objetivo final parece longe demais, ou impossível de ser alcançado. Porém, quando olhamos apenas para aquele “algo maior” que desejamos, desviamos o foco das pequenas coisas, as pequenas conquistas de cada dia, que são de extrema importância. Por exemplo, se você não perdeu todos os quilinhos desejados ou se ainda não construiu os músculos que estabeleceu como meta, mas está buscando, se exercitando adequadamente, empenhado(a), seu condicionamento físico esta melhor do que antes… isso precisa ser comemorado SIM ou COM CERTEZA?

Outro exemplo ocorre quando pensamos naquela alimentação 100% saudável, que lá atrás impusemos a nós mesmos como meta, mas que por “N” fatores não está tão 100% assim, porém, você tem se lembrado de comer uma fruta a mais no dia, de que beber água é importantíssimo, de que pizza não é jantar, integral é uma opção, saladas podem fazer parte da sua vida e etc. e tal.

Aqui, mais uma vez, precisamos comemorar essa nova consciência e o rumo certo que está tomando, percebe?! Agora uma dica nossa (e de grandes “motivadores” que muito já se dedicaram a esse assunto!): Passe a praticar o feedback positivo, dê os parabéns (e uma salva de palmas) a você mesmo(a) cada vez que fizer algo bom, que mostre que está no caminho para seu objetivo, mesmo quando não estiver assim… tão a fim!! Afinal, o que é excelente não pode ser inimigo do que já é bom! Vamos lá?!

Vamos descobrir qual é a sua motivação?