Em 1940, o Fisiologista americano William Herbert Sheldon, criou uma classificação relativa ao genótipo de acordo com as características físicas dos indivíduos. Essa classificação é dividida em: EndomorfiaMesomorfia e também a Ectomorfia.

Os Ectomorfos são longilíneos, compridos e com uma aparência naturalmente magra. Possuem uma estrutura óssea estreita; com ombros estreitos e cintura fina. Ectomorfos tem mais dificuldade para ganhar peso, desenvolver a massa muscular, mas por outro lado, também possuem dificuldade em aumentar a gordura corporal. Ou seja, Ectomorfos tem facilidade na manutenção de baixo porcentual de gordura, e isso é um grande benefício.

Se você é Ectomorfo e quer manter-se magro(a) e definido(a), é claro que tudo será mais fácil e simples, pois sua genética é mais favorável a esse objetivo. Mas mesmo assim é importante um treinamento planejado e uma dieta bem elaborada para não ficar com aquele corpo de falso magro, ou seja, magro mas com acúmulo de gordura localizada.

Agora, se você pretende aumentar os músculos e hipertrofiar com qualidade, vai encontrar um pouco mais de dificuldades. Mas, isso não significa que uma pessoa com características de Ectomorfia não possa conquistar resultados no aumento do volume muscular e adquirir uma aparência mais musculosa e com uma estrutura mais robusta.
Para isso, devemos usar essa classificação que Sheldon desenvolveu para definir e determinar diferentes estratégias na elaboração de um treinamento físico individualizado e também de uma dieta específica. Com esse tipo de programação, é possível melhorar o desempenho no treinamento e facilitar a conquista de resultados.
É importante lembrar, que a maioria das pessoas, não é caracterizada apenas e exclusivamente por um Biotipo e ponto final. Na realidade o que ocorre é a combinação de 2 biotipos ao mesmo tempo, mas as características de um sempre acaba prevalecendo sobre o outro.  Conhecer bem essas diferenças e contar com ajuda profissional para programar os seus treinos e sua dieta de acordo com a sua genética pode ser a diferença entre o sucesso e o fracasso na conquista de resultados.

Veja 8 dicas imbatíveis para você, que é Ectomorfo, ter resultados de verdade com treinos!